Navegando por Categoria

#healthyfood

#healthyfood

Sal Rosa do Himalaia

28 de Setembro de 2016

O sal do Himalaia é o mais saudável e mais puro sal do mundo. Desde os tempos antigos, é um dos alimentos mais valiosos na dieta humana. 
Ao contrário de sal refinado, é rapidamente metabolizado e não aumenta a concentração de sódio e potássio no sangue e, por isso, não eleva a pressão arterial. 
A seguir, saiba como usá-lo e quais são suas propriedades curativas.

salca

Composição do sal do Himalaia

Ele contém 84 preciosos elementos que são encontrados em nosso corpo, fornecendo, assim, todos os minerais necessários e essenciais.
Os minerais encontrados no sal do Himalaia são de ótima assimilação pelo nosso organismo. 
Sua estrutura molecular contém sódio, cálcio, magnésio, e ferro, são necessários para o metabolismo celular correto.
Sal do Himalaia tem mais de 250 milhões de anos. 
Originou-se nas cavernas do Himalaia, de onde as pessoas ainda hoje o extraem manualmente.
Ele é seco naturalmente no sol e, depois da secagem, é embalado em sacos especiais, para manter a sua pureza. 

O sal do Himalaia é utilizado em quantidades bem pequenas, porque tem um sabor bastante intenso e, assim sendo, sua dose de consumo diário é menor.

Sal do Himalaia como medicamento

Historicamente, o sal do Himalaia sempre foi considerado extremamente valioso.
Ele era usado pela aristocracia desde os tempos antigos e era chamado de “ouro branco”. 

Aqui estão algumas das suas vantagens para a saúde:

– É facilmente absorvido e evita a desidratação do organismo.
– Regula o nível da água e eletrólitos do corpo.
– Regula o nível de açúcar no sangue e previne o desenvolvimento de diabetes.
– Ajuda a regular o metabolismo e os processos digestivos.
– Equilibra o pH das células.
– Previne o envelhecimento do organismo.
– Apoia a saúde do trato respiratório, especialmente os seios paranasais.
– Ele ajuda a fortalecer os ossos, especialmente os das crianças em crescimento.
– Regenera as células do cérebro e ajuda a melhorar a concentração e o sono saudável.
– Previne cãibras musculares.
– Melhora a circulação sanguínea e contribui para a saúde do sistema vascular.
– Ele contribui para a desintoxicação e purificação do sangue.
– Ele melhora o funcionamento do fígado e dos rins.
– Ele também pode ser usado para inalação no caso de problemas de sinusite, dor de garganta, asma ou bronquite.
– Contribui para a melhoria de todo o nível de energia do corpo.
Usado sem excessos, não há nenhum efeito negativo – ele não prejudica nem os rins nem o estômago e rins. 
E o sabor dos alimentos é mais natural quando se utiliza o sal do Himalaia. 

Sal do Himalaia para a acne

Para a acne, problemas de pele e erupções cutâneas, o sal do Himalaia é excelente. 
Recomenda-se que na parte da manhã você faça uma solução de 3 litros de água e 100 gramas de sal do Himalaia. 
A solução deve ser aquecida e será usada na pele durante o dia: basta lavar o rosto com ela, esperar 5 minutos e depois enxaguar. Mas, antes de iniciar qualquer tratamento, deve-se esfoliar a pele.

O peeling é feito esfregando a pele com sal do Himalaia misturado com óleos essenciais de sua escolha (exceto os óleos cítricos, como limão e laranja). 
Com movimentos suaves e circulares, esfregue-o na pele, a fim de alcançar o melhor efeito.
Com isso, haverá a dilatação dos dos poros, o que permitirá uma maior absorção dos minerais do sal dos Himalaias. 
O resultado, após o tratamento, será uma uma pele suave e macia e alimentada de minerais. 
O procedimento de esfoliação deve ser feito uma ou duas vezes por semana, mas você deve lavar o rosto com a solução de água e sal do Himalaia todos os dias.

Sal do Himalaia contra rinite e sinusite

Para preparar esta solução, você precisa de meio litro de água e uma colher (chá) de sal do Himalaia. 
Misture bem os ingredientes.
Quando os cristais de sal começarem a se acumular na parte inferior do recipiente e não se dissolverem, a solução está pronta psara ser usada. 
Aplique um pouco em cada narina (pode ser com uma seringa) e logo você estará respirando melhor.

Outros usos do sal do Himalaia

-Para infecção no ouvido, você pode usar a solução de sal do Himalaia e água ensinada logo acima (uma gota).
-Para náusea causada por viagens, coloque um pano cheio com sal do Himalaia ao redor de seu pescoço.
-Para problemas com fungo em seus pés, mergulhe os pés em uma solução salina.
-Para dor de garganta, gargareje com sal do Himalaia e água, mas não engula.

É caro o sal do Himalaia? 

Não é, pois ele é mais concentrado e não deve ser usado em grande quantidade. Além disso, os benefícios dele fazem o investimento valer a pena. 
Você pode comprá-lo em lojas de produtos naturais e em casas cerealistas (aquelas que vendem grãos e temperos a granel), mercadão municipal, feiras.

E quem é hipertenso?  

Como dissemos no início, ele não aumenta a pressão (consumido de forma moderada, claro).
Mas consulte o seu médico sobre o assunto e só inicie o consumo de sal do Himalaia depois da autorização dele.
O sal do Himalaia também é ótimo para tratar enxaquecas.

 

Onde encontro o Sal do Himalaia :

Casa Amarela – S J do Rio Preto-SP

casaamarela

www.lojacasaamarela.com.br

Entrega em todo Brasil

(Fonte: Cura pela natureza)

#healthyfood

Nhoque de Batata Doce Roxa

17 de Agosto de 2016

Oi, pessoal!

Tudo bem?

Receitinha fit que amamos.. Vem comigo!!

Nhoque de batata doce roxa

 

INGREDIENTES:

– 500g de purê de batata doce roxa cozida
– 40g de azeite
– 60g de fécula de batata
– 1 colher de sobremesa de sal marinho
– 2 colheres de sopa de orégano desidratado

Misture bem todos os ingredientes até formar uma massa homogênea, faça cobrinhas e corte em pedacinhos de cerca 1 cm. Não tente fazer cobrinhas enormes porque elas podem quebrar.

Leve uma boa quantia de água para ferver e uma panela média, não precisa ser muito funda. Jogue os nhoques na água. Quando estiverem boiando retire da água com uma escumadeira. Conserve os nhoques em um recipiente com um pouco de azeite para que não grudem.

Sirva com o molho que preferir.

Dicas para o molho:

1- Molho de tomate caseiro com bastante alho e orégano
2- Só grelhado na frigideira com um bom azeite e bastante ervas, para finalizar
utilize um pouco de sal rosa.
3- Refogue shitake com alho, azeite e cebolinha, misture com a massa e sirva.
4- Molho branco proteico de tofu. (sugestão)

Hummm, delícia! Provem e comentem aqui o que vocês acharam!

nhoque1

Bom apetite!

Beijos,

Fabi

#Dicas, #healthyfood

Óleo de Coco|Receita Caseira

12 de Julho de 2016

A procura pelo óleo de coco é grande.  Sendo assim, os preços estão lá em cima. ABUSIVOS MESMO! Então quem puder fazer essa receita, com certeza sairá mais barato e é tão bom quanto o pote comprado.

Ingredientes:

– Três cocos médios maduros

– Três xícaras de água (use a água do coco, se não der as três xícaras complete com água comum)

Modo de Preparo:

1- Retire a casca e película do coco, e pique em pedaços pequenos.

2- Coloque no liquidificador o coco picado com a água, e bata bastante.

3-Pegue um pano de prato ou uma peneira bem fininha e extrema para retirar o máximo de leite do coco possível.

4- Leve esse leite de coco ao fogo, e deixe lá até ver que toda a água evaporou e ficou somente o óleo! Você sabe quando está bom, quanto começa a ouvir um barulhinho de fritura! Não mexa para que a a massa grude no fundo e depois fique mais fácil separar o óleo.

6- Prontinho, agora é só passar o óleo para um recipiente de sua preferência. 

Essa receita rende em média 80 ml de óleo de coco ou mais, depende muito do coco quando mais maduro, mais óleo se consegue extrair.

Bora fazer e depois quero saber quem fez o que achou…

Bjão

Fabi

 

#Dicas, #healthyfood

Óleo de Coco

12 de Julho de 2016

Para quem vive uma vida saudável o óleo de coco faz parte da alimentação do dia a dia. Mas cuidado sem exageros como tenho visto aí, pessoal anda colocando colheradas de óleo de coco no café e a modinha pegou…TODO EXAGERO É PREJUDICIAL!

O óleo de coco é extraído do coco e existem dois tipos deste alimento, o extra virgem e o refinado. O extra virgem é extraído do coco fresco e o refinado do coco seco. Este óleo possui uma boa quantia de gorduras saturadas e normalmente são triglicerídeos de cadeia média, e não de cadeia longa, como são encontradas comumente nos alimentos. Isso significa que eles são super bem absorvidos pelo organismo trazendo melhorias para a saúde. O óleo de coco pode ser adicionado nas refeições ou receitas e tem gente que até toma puro. Para isso é importante que a dieta esteja equilibrada pois o consumo excessivo de gorduras pode levar ao aumento de peso.

Para adicionar nas receitas, basta trocar o óleo comum pelo óleo de coco.

“O óleo de coco é uma alimento excelente. Ótimo adoçante natural, fonte de energia, baixíssimo índice glicêmico, combina com tudo… MAS ele não é água!!! E não é pra ser consumido em grande quantidade, o tempo todo e todo dia!

Por favor, lembrem-se: óleo de coco NÃO emagrece, ele só inicia a oxidação de gordura na mitocôndria por ter fácil entrada pela membrana mitocondrial, mas antes de iniciar a queima de gordura do seu estoque a mitocôndria vai queimar todo o óleo de coco que você consumiu, e cada grama desse óleo contém 9kcal… 🏝🏝
E mais importante que isso… o óleo de coco em excesso pode ser confundido com uma colônia de bactérias patogênicas (ruins) e desencadear uma sensibilização do sistema imunológico causando inflamação crônica e alergias e prejudicar seu metabolismo e sua saúde. 🏝
Porque isso acontece:
Os ácidos graxos que compõe o óleo de coco (láurico e mirístico) são os mesmos que compõe a membrana das bactérias gram positivas (ruins), e o nosso receptor que identifica a presença dessas bactérias pela sua membrana também identifica o óleo de coco como sendo uma bactéria. 🏝🏝
Conclusão: vamos usar o óleo de coco sim!!! De forma consciente, estratégica e sem modismos. Não entupa suas preparações com óleo de coco… varie!! Utilize outras fontes.” Nutricionista Chelsea Bresler

Bjão

Fabi

#Dicas, #healthyfood

Dra Nathalia Luz|Endocrino-Nutróloga

19 de Junho de 2016

Quero apresentar para vocês minha querida Endocrinologista e nutróloga Dra. Nathalia Luz.

nathalia

Porque procurar uma endocrinologista, nutrólogo?

Endocrinologista é um médico especializado em endocrinologia, que estuda o funcionamento dos hormônios no organismo das pessoas. Assim, esse profissional identifica, por meio de exames e consultas, se o paciente apresenta problemas hormonais que podem estar prejudicando a capacidade de perder peso. Esse médico não é autorizado a prescrever dietas de emagrecimento, contudo pode sugerir uma alimentação correta e encaminhar o cliente a um nutricionista. Assim como o nutrólogo, pode prescrever medicamentos.

endo

Nutrólogo é um médico que se especializou (pós e/ou mestrado) em nutrição e recebeu o título após um teste. Pode ser confundido com o nutricionista, contudo esse é um médico que pode receitar medicamentos. Geralmente as pessoas que procuram esse profissional sofrem com transtornos alimentares (bulimia e anorexia), obesidade, problemas gastrointestinais ou querem se prevenir de doenças através da alimentação correta. Atletas costumam procurar os nutrólogos para acompanharem o estado de seus corpos.

nutrologo

Com a Dra. Nathalia Luz, faço um acompanhamento através de exames bem completos como Bioimpedância detalhada em uma super máquina, exames laboratoriais entre outros.

Agende você também um horário para um acompanhamento profissional. Cuide de sua saúde e seu bem-estar. Seu corpo, seu maior patrimônio!  Muito obrigada pelo carinho e profissionalismo Dra Nathalia Luz.

 

nathalia2

Beijão

Fabiana

#Dicas, #healthyfood

Bioimpedância – Nutrição Esportiva

16 de Abril de 2016

Oi, queridos!

Tenho uma rotina deliciosa de pedalar, correr e nadar. Como vocês sabem faço acompanhamento com o meu nutri Rafael Soares – Nutricionista Esportivo

Sempre estamos monitorando o meu percentual de gordura corporal e para me ajudar eu entrei no DESAFIO FIT é um grupo de mulheres que querem baixar o percentual de gordura e com uma nutrição eficiente vamos conseguir, uhuuuuu

Hoje o Rafa repetiu esse exame precioso que é a BIOIMPEDÂNCIA feita por um aparelho. É indolor, fundamental no acompanhamento de pessoas que querem perder peso. Coletado os dados da bioimpedância, agora eu preciso ficar firme para o meu objetivo de reduzir meu peso corporal. O grupo Desafio Fit é uma grande motivação, unidas somos mais fortes e vamos mandar as gordurinhas pro espaço, rs.

Foco, força e fé

Rafael Soares

Nutrição Esportiva

Beijão

Fabi